Seguidores

domingo, 29 de dezembro de 2013

Maria Olinda Maia


Uma pessoa que tem
um amor igual ao meu
sabe o quanto é maravilhoso.
Uma pessoa que deseje que
um sonho se realize
sabe o que estou a sentir...

Vivo a pensar em ti...
A fazer as coisas
que desejo fazer.
Tudo o que imagino é
o paraíso na terra.
Eu sei que és tu.

Uma pessoa que um dia
a luz lhe iluminou a alma...
Não precisa de nenhuma explicação
pois está no nosso coração.
Uma pessoa que tem
um dom supremo como eu
sente o Amor Infinito.



Capuchinho Vermelho.
Maria  Olinda Maia



3 comentários:

Rosa Purpura disse...

D. Juan!!!

Há poemas que nos emocionam pela sua verdade e pela sua transparencia...

E este, de Maria Olinda Maia é um deles!

Belíssimo na forma e no conte´do afetivo---

é uma lavagem de alma....
um amor pleno...sem fragmentos..numa unidade perfeita...

quando
um coração esta´
disponivel..o amor Acontece

é um estado de GRAÇA....

Uma visitação

.e só o pode sentir
Uma pessoa que um dia.......


a luz lhe iluminou a alma...
e

Não precisa de nenhuma explicação...
só uma pessoa que tem um dom supremo
sente o Amor Infinito............

(pelo que me fez sentir...obrigada Maria Olinda Maia)

Beijo grande para TI LINDO CONDE!!!!! Conde...

Brisa disse...

Obg Rosa Purpura...
Eu estou tb no bloger com o nome de BRISA,para o caso de me quereres ler...

Bjo

Brisa disse...

Rosa Purpura... Me esqueci de dizer anteriormente que,tudo o que eu escrevo,sinto e vivo...

Meu Amigo Conde D.Juan... :) Te agradeço por gostares e postares a minha poesia...

Beijinhos