Seguidores

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Fernando Peixoto /// Tu não sabias...





Tu não sabias que eu sei quanto sabias
Tu exibias o que em ti desconhecias

Porém, tu vias, pressentias
na magia das horas mais amargas
o ponteiro dos segundos com que vias
rodarem no sentido das palavras...


E no silêncio das horas se estendia
um carinho sinuoso, entorpecente,
um meigo sorriso que escorria
num rio de ternura languescente.


Tu não sabias... nem eu... nenhum de nós
que a vida esconde os seus segredos
nos silêncios da nossa própria voz
e no código de amor dos nossos dedos.
 
Fernando Peixoto 
 

1 comentário:

Butterflyfly Blue disse...

OLÁ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Passei para te desejar um BOM FINAL DE SEMANA..........e para reiterar que passar POR AQUI continua a ser um GOSTO EM CRESCENDO!

Magníficas escolhas Publicadas!!!!!!!!!!

Beijos querido CONDE