Seguidores

domingo, 25 de agosto de 2013

Fatima Porto /// Junto a ti...


JUNTO A TI

Algures na nossa praia,
O mar ondula
Ao bater descompassado
Dos corações

É na solidão das noites
Que a lua me traz o teu olhar,
Pois sinto ainda, o calor do teu peito no meu

Pressinto a presença
Num abraço à minh’alma
Qual ardor que incendeia
Todo o nosso querer

Quero descansar,
Tendo-te como meu aconchego,
Fechar os olhos
Para poder sonhar junto a ti…


Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC



3 comentários:

Marcia Morais disse...

Maravilhos Conde beijos lindinho!

Rosa Purpura disse...


Pressinto a presença
Num abraço à minh’alma
Qual ardor que incendeia
Todo o nosso querer


CONDE:
Ser poeta é ter a capacidade(dom)De exprimir os sentimentos (de um modo invulgar e belo),o que sentimos ,mas não sabemos verbalizar...por isso,apenas podemos revermo-nos neles ,porocurando a nossa identificação ou identidade!!!

Um BOM Dia para ti!!!

beijo grande

Rosa

disse...

Tendo-te como meu aconchego,
Fechar os olhos.

É tudo o que o AMOR PEDE.

LINDO......BEIJOS