Seguidores

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Daniela S. Pereira /// Adivinhas-me






Sussurro-te uma frase inacabada
E tu desvendas no meu olhar,
Todo o restante mistério.

Adivinhas-me,
Por entre os dedos que te tocam
E que te escrevem.

E te descrevem…

Adivinhas-me,
Como adivinhas a melodia
Dos fios do meu cabelo,
Soltos numa brisa suave ao teu olhar.

Adivinhas-me,
O arrepio na pele
Quando percorres com as pontas dos dedos,
Os lábios que te beijam em silêncio.

E num sopro de um só sentimento,
Aprendeste a amar(me)
Como ninguém.

Daniela S. Pereira
 


E num sopro de um só sentimento
Aprendi a amar-te
como ninguém

beijo

1 comentário:

Rosa Purpura disse...



Sim---a VIDA é uma eterna


APRENDIZAGEM!!!!

(até no AMOR rsrs)


beijo