Seguidores

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Mário-Henrique Leiria //// Talvez um dia

Talvez num dia
 
 

 Talvez num dia
 em que de mim já nada exista
 te lembres de dois braços
 que te abraçavam convulsivamente
 nessa altura
 deixa que os lábios te sangrem
 deixa que o sangue te corra pelo peito
 e as mãos
 essas
 abandona-as...


 Mário-Henrique Leiria

 Arte: Paul Van Ginkel
 
 
 

1 comentário:

fatima maria disse...


Talvez num dia
em que de mim já nada exista
te lembres de dois braços
que te abraçavam convulsivamente...........

bjinho,Conde...