Seguidores

segunda-feira, 20 de julho de 2015

José Luís Outono ///// Apetece.......

Apetece
 
 
 


Apetece dizer e não sei dizê-lo
 Apetece querer e não sei almejar sequer
 Apetece abraçar e não sinto no outro lado entrega
 Apetece gritar, mas a rouquidão trai o sentir
 Apetece sair... partir... ir onde nunca fui
 Apetece correr a memória esquecida e escrever
 Apetece tanto... e tanto é um grama de matéria pó
 Apetece sorrir no meio das lágrimas secas
 Apetece e já nada apetece no esvair do viver
 Apetece dizer e não sei dizê-lo!

José Luís Outono, in Mar de Sentidos  
 
 
 

 

1 comentário:

fatima maria disse...

Apetece,apetece,apetece!!!!!!!

bjinho Conde