Seguidores

segunda-feira, 27 de julho de 2015

CECÍLIA VILAS BOAS


 E o que será senão amor?
 Quando os teus braços enlaçam o meu querer
 A tua boca beija-me em sonhos sem avisar
 E o teu corpo permanece em mim
 Tudo são violetas, aromas inebriantes

 Exaltação, chama que arde no meu peito
 Sinto-te! Nos beijos das tardes doiradas
 Onde me perco para te encontrar em silêncio
 São lágrimas de felicidade que acalentam os meus dias
 Tudo faz sentido agora!
 Já não existe morte porque me eternizaste
 Ah, como os amores são perfeitos…!
 Os suspiros
 Os corações
 As nossas almas juntas...

CECÍLIA VILAS BOAS, in O TEMPO DA ALMA (Chiado, 2014) 





1 comentário:

fatima maria disse...

into-te! Nos beijos das tardes doiradas
Onde me perco para te encontrar em silêncio
São lágrimas de felicidade que acalentam os meus dias
Tudo faz sentido agora!
Já não existe morte porque me eternizaste
Ah, como os amores são perfeitos…!
Os suspiros
Os corações
As nossas almas juntas...

bj...