Seguidores

domingo, 19 de julho de 2015

Isabel de Sousa (luadiurna) Quando te vi.....



QUANDO TE VI.....





 quando te vi
 acendi todas as estrelas do espanto e do prazer
 abri todos os sorrisos iluminados pelo teu olhar
 corri as cortinas do tempo amarrotadas no sotão do passado

 quando te vi
 abri todas as portas derrubei todas as barreiras
 tirei do armário o vestido de arminho e as flores de laranjeira
 e
 adornei-me de pureza na pueril inocência das crianças
 quando te vi
 tatuei o teu nome na alma
 e é lá que ainda te guardo
 ao abrigo do meu sentir


 Isabel de Sousa    (luadiurna) 



1 comentário:

fatima maria disse...

LINDISSÍMO!!!!!!!!!!!!!!!

quando te vi
abri todas as portas derrubei todas as barreiras
tirei do armário o vestido de arminho e as flores de laranjeira
e
adornei-me de pureza na pueril inocência das crianças
quando te vi
tatuei o teu nome na alma
e é lá que ainda te guardo
ao abrigo do meu sentir

Bj .