Seguidores

domingo, 30 de junho de 2013

De , Carlos Enrique Ungo /// Y que venga la noche

Carlos Enrique Ungo


Y que venga la noche
Carlos Enrique Ungo
Regálame la risa de tus ojos
la tenue luz de tu sonrisa
el milagro de tu nombre
en mi boca.

Regálame la humedad de tus besos
el tibio manto de tu abrazo
el mar embravecido de tu cuerpo
junto al mío.

Regálame el amanecer de tus pasiones
el espejo frágil de tus lluvias
tu inocencia hecha mujer
con mis caricias.

Regálame tu amor
amor
y que venga la noche…


E que venha a noite

Me presenteia com o riso dos teus olhos,
com a tênue luz de teu sorriso,
com o milagre de teu nome
em minha boca.

Me presenteia com a umidade de teus beijos,
com o suave manto de teus braços,
com o mar enfurecido de teu corpo
junto ao meu.

Me presenteia com o amanhecer de tuas paixões,
com o frágil espelho de tuas chuvas,
com tua inocência feita mulher
por minhas carícias.

Me presenteia com teu amor,
amor,
e que venha a noite

3 comentários:

Butterflyfly Blue disse...


OLA!!!!!!!!!!!!!!!!!


Intenso e MUITo BELO!!!!


Beijo

Butterflyfly Blue disse...




intenso ......e muito

belo.................

parabéns aos dois...........

beijo

vitoria disse...

Oferece-se dizer que o presente que é pedido no poema toca o belo e o sublime. pede o melhor e o mais delicado que há na mulher fundindo-se simplesmente com o AMOR.

Beijo ...........conde