Seguidores

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Sem luz



Os dedos doridos
dançam nas minhas mãos
ao som da música
que ainda sabemos entoar.
Mesmo doridos (os dedos) e as tuas mãos
em mim, são palavras de amor,
de esperança
e - talvez - de um fogo de nós.
Não me deixes sem luz.

Paula Raposo,

2 comentários:

Marcia Melo Morais disse...

Maravilhoso querido Conde bjos!

Don Juan disse...

Olá ## romantica ##

Há quantas LUAS não te via por aqui ,

gostei e sempre estás em meu coração.

Beijos