Seguidores

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Fernando Campos de Castro

 
O TEU CHEIRO
 
 
 
...
Ainda e sempre , amor
é o teu cheiro
O cheiro do teu corpo que me falta
o teu sabor a sol , a céu e a sal
que me limita a língua e sobressalta
Ainda e sempre a tua boca
a rua mais comprida onde o desejo é risco , raiva
e febre louca
onde arrefeço o fogo do meu beijo
É no teu corpo , na tua pele
na duna do teu peito entumecida
que eu percorro e cavalgo a solidão
num cavalo de vento rumo à vida
Das tuas mãos abertas
Das coxas e das costas
Do frémito do sexo
e do perfil de estátua do teu rosto
Ainda e sempre , amor , é do teu cheiro
Do cheiro do teu corpo que eu mais gosto
 
 
 
Fernando Campos de Castro
Do livro : Violação da noite/ pag. 20 / ano 2000  
 
 
 
 
 
 

1 comentário:

fatima maria disse...

Ainda e sempre , amor , é do teu cheiro
Do cheiro do teu corpo que eu mais gosto


jokinhas.