Seguidores

domingo, 4 de setembro de 2016

Fernando Campos de Castro

 
 
 
NOCTURNO  PARA DOIS
 
 
Vem... a mesa já está posta para os dois
Sobre a toalha feita em malmequeres
Já pus a vela acesa
para depois pôr a tocar o disco que preferes
Vamos fazer a nossa sinfonia
Eu...eu tocarei piano e tu cantarás esta canção
de sonho e alegria que com amor te dou
e tu me dás.
Vem...que a noite é poema que te dou
no fogo da lareira apetecida
aquela que o amor incendiou trazendo a luz de novo
à minha vida
Vamos fazer aqui o universo
Eu...eu dar-te-ei  estrelas que acendi nesta paixão
que pus em cada verso que com amor invento para ti
Vem amor...envolta em rosas cravo e hortelã
ouvir este Nocturno de Chopin
e todo o resto amor  virá depois
Vem amor...envolta numa onda de paixões
matar esta fogueira de  emoções
até que a noite morra entre nós dois.



FERNANDO  CAMPOS DE CASTRO

Do livro de poemas  VIOLAÇÃO DA NOITE
Edição ; Maio de 2000

Nasceu em Lever  : Vila Nova de Gaia em 27 de Agosto de 1952/ PORTUGAL






Nocturno de Chopin 

Clique no endereço ;

https://youtu.be/9E6b3swbnWg  

  










1 comentário:

fatima maria disse...

Vem... a mesa já está posta para os dois
Sobre a toalha feita em malmequeres
Já pus a vela acesa
para depois pôr a tocar o disco que preferes
Vamos fazer a nossa sinfonia
Eu...eu tocarei piano e tu cantarás esta canção
de sonho e alegria que com amor te dou
e tu me dás.

Espera,não levantes a mesa,bjinhos