Seguidores

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Eugénio de Andrade

"Respiro o teu corpo:
 sabe a lua-de-água
 ao amanhecer,
 sabe a cal molhada,
 sabe a luz mordida,
 sabe a brisa nua,
 ao sangue dos rios,
 sabe a rosa louca,
 ao cair da noite
 sabe a pedra amarga,
 sabe à minha boca."


 Eugénio de Andrade
 
 

1 comentário:

fatima maria disse...

Respiro o teu corpo:
sabe a lua-de-água
ao amanhecer!!!!!

Outra imagem,lindissima,bjinhos ..