Seguidores

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Helena Guimarães /// Não, não é desejo o que sinto !

Não, não é desejo o que sinto!

É esta fome de ti

como se não houvesse caminho
para caminhar,

ar para respirar,

água para molhar-me
os lábios ávidos,

palavras para alimentar-me o dia,

brisa para refrescar-me
a alma esquiva,

um abraço para
velar-me o sono,

um canto para

o meu abandono,

nesta imensa caminhada

que é a minha vida.
  


Helena Guimarães   





1 comentário:

fatima maria disse...

Não, não é desejo o que sinto!

É esta fome de ti

como se não houvesse caminho
para caminhar,

ar para respirar,

água para molhar-me
os lábios ávidos,



jokinhas.....