Seguidores

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Laura Santos /// Dias de Maio





Os dias de Maio traziam a luz dourada
roubada nos grandes pomares distantes
e um cheiro a fruta madura debicada
por pássaros sôfregos e errantes.
Regatos contornavam ao sol posto
caminhos de sede e pedra dura retalhada,
murmúrios de água fresca transbordavam
as indecisas margens do teu rosto.
O sol do meio-dia era albatroz
de longas asas que na sombra repousava
sem movimento ou sussurro de voz.
O meu pensamento para ti voava
derramado lentamente em triste foz.
Era o dia todo, todo o dia.
Um dia que em ti cedo começava.
Um dia em que em ti permanecia.
 
 
Laura Santos

1 comentário:

Rosa Purpura disse...



Os dias De Maio têm a Magia das Mimosas e de todas as COISAS
que nos (re)nascem--no poder Era o dia todo, todo o dia.


"Um dia que em ti cedo começava.
Um dia em que em ti permanecia."

Lindooooo!!!

Beijinho

Rosa Purpura

SER uma nova primavera em cada dia...