Seguidores

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Isabel Sousa /// Poema encomendado




queria fazer.te um poema
que te gritasse baixinho:

não desistas
meu amor

por favor
não desistas...


Há um princípio do fim
na desistência...

e o Amor
que se cala na ausência


já não se detém

na ilusão
da aparência

amar é respeitar
é bem querer
não é um entretém
nem um lazer

e se assim for

não deve ser

não se pode amar todos e a ninguém

porque o amor que é amor
..à alma vem

implode sem razão que o defina

é a morte ou
é a vida....

e a vida que se tem

em quem se ama

não pode ser um sonho envenenado
tem que ser de verdade
e p'ra valer


um tudo ou nada

que se entregue
a outro ser....


doado
e consentido

pode ser até um sonho
entontecido

um beijo de ternura embriagado

mas nunca
(ou tão só somente)
um poema encomendado.


por isabel sousa( janeiro de 2014)
 
 

1 comentário:

Isabel Sousa disse...



Bom dia!!!!

Grata pela publicação e pelo incentivo!!!!

beijinhos meu amigo!!!!
Isabel sousa