Seguidores

domingo, 28 de junho de 2015

SÃO REIS //// SOU.....








bom domingo bjo



Sou os sonhos que ninguem leva
quando nasce o dia
a cama feita de nadas
o patamar esconso de uma estrada
feita de nuvens e sonhos

Sou o mar revolto batendo contra a falésia
erguendo impotente a fúria
galgando flores
o copo meio cheio de vida
meio vazio dela
saco de memórias pontilhadas
a momentos efemeramente felizes
Sou a terra húmida onde germinam flores
colocada em poisio sabe-se lá porquê
o canteiro de flores vivas
agarradas a nuvens feitas de algodão
Sou a porta do céu e a entrada do inferno
a lágrima e o sorriso num único olhar
e sou aquela a quem a vida engole
rumina e corrói devagar
pisando estrelas
olhando o chegar da noite
enquanto o dia se deita devagarinho
com medo de a assustar
Sou a cal viva
comendo por dentro e por fora
todas as palavras de um poema por escrever


são reis
16jun15  




Foto de Katia Silva.

1 comentário:

fatima maria disse...

Lindissimoooooooooo........

a momentos efemeramente felizes
Sou a terra húmida onde germinam flores
colocada em poisio sabe-se lá porquê
o canteiro de flores vivas
agarradas a nuvens feitas de algodão
Sou a porta do céu e a entrada do inferno
a lágrima e o sorriso num único olhar
e sou aquela a quem a vida engole
rumina e corrói devagar
pisando estrelas
olhando o chegar da noite
enquanto o dia se deita devagarinho
com medo de a assustar


bjito....