Seguidores

terça-feira, 4 de abril de 2017

Manuel Sepúlveda








ESQUECIDO DE MIM

É no teu amor que eu me escondo.
Nele... vou pondo
A esperança de encontrar o motivo 
Aquela primeira e última razão
Para continuar a sentir vivo
Este complicado coração...

E enquanto acontece assim,
Vou sonhando...

Como se de ti já hoje me viesse 
Êsse tão desejado gesto...
- Que o amor tão bem tece!... -
Que fará que te continue amando,
Esquecido de mim...

Esquecido de tudo o resto.

Manuel Sepúlveda   

Foto de Hamilton Ramos Afonso -poesia.

1 comentário:

fatima maria disse...


É no teu amor que eu me escondo.
Nele... vou pondo
A esperança de encontrar o motivo
Aquela primeira e última razão
Para continuar a sentir vivo
Este complicado coração...

E enquanto acontece assim,
Vou sonhando...

lindo poema,linda imagem..........bjinhos.