Seguidores

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Helena Guimarães //// As tuas mãos



As tuas mãos longas
e morenas
que exprimen do gesto
as subtilezas,
são lindas, são etéreas,
são subtis.
Parecem aves
esvoaçando presas.

Como gosto
de, perdida em pensamento,
seguir as figuras
que, no espaço,
as tuas mãos desenham
sem sentido,
e cingi-las ao meu corpo
qual abraço...
 
Como gosto...
Quando apontam o Universo,
os dedos estirados
como setas...
Me elevam,
me redimem,
me libertam
Me encontram o perdão
do meu pecado.
Me acalmam,
Me sublimam
como ascetas !
 
Helena Guimarães
 
Do livro " Intimidades " / 1994
 
 
 



1 comentário:

fatima maria disse...

Lindo mesmo e cheio de sensualidade e amor.....

Me acalmam,
Me sublimam
como ascetas !

Bjinho Conde.....