Seguidores

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Utopia.....

Entrego-me à utopia,
O surreal me entoa odes,
Mitos são os meus sonhos,

Que importa se cultivo flores,
Em terrenos áridos e rochosos,
Se os nenúfares têm asas,
Se os lagos são céu azul,
Se os sinto assim…

É neste estado utópico,
Mente longínqua e absorta,
Que sou tudo na quimera de mim,

Sou-me pássaro alado,
No pico da montanha,
Sou-me borboleta de cores,
No vale do arco-iris,
Sou-me a harpa de anjo,
Debruçada nas estrelas,
Sou golfinho, sou baleia,
O mar não me oculta segredos,

Meu mundo é ser-me sonho,
Eu sou-me a fantasia do tempo,

Que importa se a utopia,
Me tomou em seu a-braço,
Enquanto redijo palavras sem nexo,
Em folhas secas de Outono,
Na branca neve de Inverno,
Nas rosas rubras da Primavera,
No azul do mar em jardim,

São somente palavras,
Pedaços soltos de mãos,
Sedentas, calmas… in-constantes,
Acesas em lamparinas de azeite,
Dando vida à minha alma,
À minha breve passagem,

[Sou-me utopia inata…
Na arte de te criar só para mim )
C.C.



 
 

1 comentário:

Satine Rouge disse...

Querido...
Usei da minha permissão, e publiquei... Ainda ressaltei a autoriazação para novos compartilhamentos, creio que ocorrerão, isso aqui é muito bom...
Beijocas!