Seguidores

domingo, 15 de janeiro de 2017

Orlando Zabelo








Sou o que sou
sem mas nem porquês
sou o que sou
sem defeitos nem virtudes
apenas com os meus eus...
sem me julgar
não modifico
não transformo
mas sou o que sou
sou eu e nada mais
apaixonado no que me fascina
fraco na decepção
sou eu nas minhas vertentes
sou apaixonado
sou crente
sou eu
sou
sou tudo o que vês
e o que não vês
sou humano
e sinto
sinto magoa
sinto amor
sinto
amo até ao infinito
não sei ser de outra forma
sou de extremos
sou de tudo e de nada
sou o que sou 
sou apenas eu
sem mas nem porquês
mas sou
eu e sempre
apenas eu
e sinto   




Orlando Zabelo    

Foto de Orlando Zabelo.


1 comentário:

fatima maria disse...

sou
sou tudo o que vês
e o que não vês
sou humano
e sinto
sinto magoa
sinto amor
sinto
amo até ao infinito
não sei ser de outra forma
sou de extremos
sou de tudo e de nada
sou o que sou

Por aqui tudo a correr be,...bjinhos