Seguidores

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

helena guimaraes







AS TUAS MÃOS  MEIGAS ...



As tuas mãos meigas e morenas
que deslizam no meu corpo , lentas ,
em busca de morna intimidade ,...
têm laivos de sensualidade ,
de entrega , de posse e sedentas
bebem carícias de afecto plenas .


Caminhando no meu abandono ,
despertam mananciais de prazer ,
ponteados subtis de ternura .
Doce lascívia que perdura
na intensidade do querer
que nimba a fronteira do meu sono .


Essas mãos ávidas e atrevidas ,
as tuas , que o corpo me protejem
numa suave posse , desligada ,
corporizam , de forma delicada ,
aquelas emoções que inda emergem
no diário comum das nossas vidas.   



helena guimarães   


Do livro "" INTIMIDADES ""
pag. 29 ANO 1994  



Mais vale alumiar com uma
só e minúscula candeia do
que maldizer a escuridão 


Provérbio chinês   


Foto de Antonio Maria.

1 comentário:

fatima maria disse...


Essas mãos ávidas e atrevidas ,
as tuas , que o corpo me protejem
numa suave posse , desligada ,
corporizam , de forma delicada ,
aquelas emoções que inda emergem
no diário comum das nossas vidas.


Poema lindissímo,mas esta poetisa nos habituou a boa poesia......

bjinhos.