Seguidores

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Uma poesia de Carmen Toscano




Trazo incompleto                                                        



Te encontré una vez más.
Tenías lo que mi alma deseaba,
lo que todo mi ser siempre pedía.
Te perdí una vez más,
tenías lo que yo no quería.


Mi alma era para ti, vino a buscarte
creyendo que ya estabas,
tú viniste después para esperarme
sin saberme llegada.


Sedientas se buscaron, y se vieron,
mas pasaron de largo, sin palabras;
porque yo te aguardaba por el norte
y en el sur, silencioso, me esperabas.


No pensamos, al vernos, en que el tiempo
pudiera haber burlado nuestras almas.

Carmen Toscano
 
Traço incompleto
 

Te encontrei uma vez mais.
Tinhas o que a alma desejava,
o que todo meu ser sempre pedia.
Te perdi uma vez mais,
Tinhas o que eu não queria.
 

Minha alma era para ti, vim te buscar
crendo que já estavas,
tu viestes depois para esperar-me
sem saber-me chegado.
 

Sedentas se buscaram e se vieram,
mas, passaram ao largo, sem palavras;
porque eu te aguardava pelo norte
e, no sul, silencioso me esperavas.
 

Não pensamos, ao nos vermos, que o tempo
pudesse haver enganado nossas almas.

Carmen Toscano    


1 comentário:

fatima maria disse...

Te encontrei uma vez mais.
Tinhas o que a alma desejava,
o que todo meu ser sempre pedia.
Te perdi uma vez mais,
Tinhas o que eu não queria.


Minha alma era para ti, vim te buscar
crendo que já estavas,
tu viestes depois para esperar-me
sem saber-me chegado.

bj.