Seguidores

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Helena Guimarães //// Manhã de inverno


MANHÃ DE INVERNO




Escorrega a chuva nas gaivotas

que voam contra o vento,

o sol esquivo

desenha verde

no cinzento do mar.

A espuma desnuda nos rochedos

uma dança erótica de véus brancos e diáfanos.

Dança de manhã saciada!

Uma tristeza sem sentido

visita-me no sonho

de um futuro incompleto.

Mas o dia desagua aqui

na solidão de uma vida completa

das ausências

que vamos sepultando

na memória.

 

Helena Guimarães



1 comentário:

fatima maria disse...

Lindissimo............


A espuma desnuda nos rochedos

uma dança erótica de véus brancos e diáfanos.

Dança de manhã saciada!

Uma tristeza sem sentido

visita-me no sonho

de um futuro incompleto.


Tem um doce fds,bj.