Seguidores

sábado, 27 de abril de 2013

Manuel de Sepulveda /// Gostar de ti


 

 
 
 
Tudo começou com o teu jeito,
 
E aquele trejeito
 
Meio desdenhoso meio atrevido,
 de uma mulher
 
Que já tinha o Mundo decidido,
 
E sabe claramente
 
O que quer e o que não quer….
 
Depois... Continuou na tua maneira
 
Feita de ternura quando me procuras…
 
De suavidade quando te entregas...
 
- Mesmo quando te negas -
 
De doçura… e de amizade...
 
Ou feita do riso e brincadeira
 a que nos damos,
 
Quando sozinhos nos amamos…
 
 
 
Mas foi nos teus olhos abertos...
 muito perto,
 
Quando me interrogavas deste
 segredo novo,
 
Agora descoberto,
 
Que neles eu li,
 
O que nunca encontrei
 
Em outras vidas que vivi !…
 
 
 
Manuel de Sepulveda
 
 
 
 
 
 
 
 
 

1 comentário:

Butterflyfly Blue disse...




....Desconcertantemente "cândido"....

....porque o amor é uma atração que não tem volta|||||


bjos