Seguidores

quinta-feira, 12 de maio de 2016

são reis


E sem palavras te amei
e muda te recordo
Talvez a pele ainda te reconheça
se um dia te tocar
Tu vais morrendo aos poucos
no meu silêncio
desaparecendo na memória
do ultimo beijo
deixando um hálito fresco a saudade
porque toda a saudade se quer fresca e inteira
assim como um canteiro
que se rega e cuida todos os dias
Não vá o silêncio e o beijo
morrerem para sempre na mudez dos meus lábios

 


são reis








 

1 comentário:

fatima maria disse...

E sem palavras te amei
e muda te recordo
Talvez a pele ainda te reconheça
se um dia te tocar
Tu vais morrendo aos poucos
no meu silêncio
desaparecendo na memória
do ultimo beijo


beijinho