Seguidores

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Amei demais....




Madruguei demais. Fumei demais. Foram demais 
todas as coisas que na vida eu emprenhei. 
Vejo-as agora grávidas. Redondas. Coisas tais, 
como as tais coisas nas quais nunca pensei. 

Demais foram as sombras. Mais e mais. 
Cada vez mais ardentes as sombras que tirei 
do imenso mar de sol, sem praia ou cais, 
de onde parti sem saber por que embarquei. 

Amei demais. Sempre demais. E o que dei 
está espalhado pelos sítios onde vais 
e pelos anos longos, longos, que passei 

à procura de ti. De mim. De ninguém mais. 
E os milhares de versos que rasguei 
antes de ti, eram perfeitos. Mas banais. 


Joaquim Pessoa

4 comentários:

disse...

Lindo demais chega a tocar o sublime

Amei.... Amei de verdade!!!!!!!

BEIJO .....CONDE

fatima disse...

Demais foram as sombras. Mais e mais.
Cada vez mais ardentes as sombras que tirei
do imenso mar de sol, sem praia ou cais,
de onde parti sem saber por que embarquei.

E como eu gostei,e continuo a gostar,das sombras,ardentes,que tive,e continuo a ter.Aiiiii,como são belas as sombras do AMOR..beijokas,CONDE.......

fatima disse...

Nunca amei demais,simplesmente,amei quando tive de Amar,pois nunca se ama demais....beijinhos,agora vou ali ser feliz.........beijinhos

Butterflyfly Blue disse...



....Viver no excesso e de excessos...

pode ser um caminho perigoso e tortuoso...(que pode não ter retorno....)

mas....


nunca é demais...quando se procura o AMOR....

porquanto..

é quando TUDO se entrega

Que TUDO se pode ENCONTRAR...


um beijo Conde