Seguidores

domingo, 27 de maio de 2012

Que nenhuma estrela queime o teu perfil

Hairstyle



Que nenhuma estrela queime o teu perfil
Que nenhum deus se lembre do teu nome
Que nem o vento passe onde tu passas.

Para ti criarei um dia puro
Livre como o vento e repetido
Como o florir das ondas ordenadas.

Sophia de Mello Breyner Andresen

4 comentários:

fatima disse...

Para ti criarei um dia puro
Livre como o vento e repetido
Como o florir das ondas ordenadas.
Beijo,Conde,adorei!!!!!!!!!

Marcia disse...

E eu adorei boa semana conde!

disse...

Que nenhuma estrela queime o teu perfil.Que nenhum deus se lembre do teu nome

Identifico-me com a postagem.
Muita beleza neste poema.
Beijos......CONDE

disse...

Que nenhuma estrela queime o teu perfil.Que nenhum deus se lembre do teu nome

Lindo como todos desta poetisa.
Identifico-me inteiramente com a postagen.

Adorei.....beijos CONDE