Seguidores

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Ricardo- águialivre

Queria falar-te meu amor, tão docemente
 
 
 
..................................................
Queria falar-te meu amor, tão docemente
No silêncio da melodia ouvir ...
teu coração
No mistério dos teus olhos, calor ardente
Encontrar meu caminho, minha direcção
Queria sentir tua calma em brasas de amor
Chama ardente. Veredas em curvas airosas
Vaguear pelas ventanias qual pétala de flor
Respirar de teu corpo, essências misteriosas
Queria em teu olhar caminhar na aventura
Ser água do mar que beija o areal, ternura
Tão límpida, tão suave, tão delicadamente
Ser mudo verso, melancolia do tormento
Merecer ser princípio do teu pensamento
Queria falar-te meu amor, tão docemente

..........
Publicada por Ricardo- águialivre   
 
 
 
 

3 comentários:

fatima maria disse...

Queria em teu olhar caminhar na aventura
Ser água do mar que beija o areal, ternura
Tão límpida, tão suave, tão delicadamente
Ser mudo verso, melancolia do tormento
Merecer ser princípio do teu pensamento
Queria falar-te meu amor, tão docemente

beijinhos,fiquei muito sensibilizada,com a tua postagem,obrigadaaaaaaaa........

Ly disse...

um sussurro

Brisa disse...

...Que amor de poesia... Amor sempre...é maravilhoso quando assim é