Seguidores

terça-feira, 17 de julho de 2012

O tempo, subitamente solto





Distracted

O tempo, subitamente solto pelas ruas e pelos dias, 
como a onda de uma tempestade a arrastar o mundo, 

mostra-me o quanto te amei antes de te conhecer. 

eram os teus olhos, labirintos de água, terra, fogo, ar, 

que eu amava quando imaginava que amava. era a tua 

a tua voz que dizia as palavras da vida. era o teu rosto. 

era a tua pele. antes de te conhecer, existias nas árvores 

e nos montes e nas nuvens que olhava ao fim da tarde. 

muito longe de mim, dentro de mim, eras tu a claridade.



José Luís Peixoto


Imagem retirada do Google

2 comentários:

Marcia disse...

Lindo meu amigo,lindo!!

fatima disse...

Outro,maravilhoso poema!!!!!!!!!

te amei antes de te conhecer.
eram os teus olhos, labirintos de água, terra, fogo, ar,
que eu amava quando imaginava que amava.

Beijinhos Conde,tem um doce fim de semana.